Ele?

07/22/2011

Você diz que eu não sou mulher para ele e que devo te procurar quando decidir voltar a minha realidade. Eu não sou mulher pra ele? Ele quem? Qualquer um que não seja você?
Talvez eu seja mulher para ele e para muitos outros caras que eventualmente vão aparecer na minha vida. Eu escolho quem eu quero ser. Talvez a que seja sua não seja de mais ninguém, mas eu posso ser muito melhor que ela. E acho que ela sumiu por aí. De qualquer forma, você também não foi procurar.

Parando para pensar ele é mesmo totalmente diferente de você, e em um aspecto que eu não posso ignorar: Ele me quer. E, para falar a verdade, sabe que eu também? Eu me sinto bem quando as pessoas podem dar a mão para mim sem medo de querer soltar na hora de atravessar a rua.
Sabe, às vezes parece que você acha que eu vou ficar aqui sentada, pintando cadernos com meus lápis coloridos enquanto espero você passear por aí. E quando você cansar, é só sentar ao meu lado e puxar papo que eu já vou voltar correndo para os seus braços.

Me deram um mundo inteiro para pintar lá fora. Mas de verdade, sabe? Não aquele que você jura para mim ao telefone.