A Desordem

01/09/2011

Eu nunca fui do tipo que pretende se especializar em só um assunto. Escolhi publicidade como formação justamente para poder abraçar um pouquinho de tudo que ela acaba envolvendo: Design, tendências, consumo, psicologia, moda, cultura, tecnologia, fotografia, desenho, criatividade, jornalismo, inspiração, música, produção, rádio e TV, edição, atualidades, decoração, arte, etc. Para cada uma dessas áreas, tem um espacinho da publicidade que pode te acolher.

Quero aprender tudo que puder de todas as áreas que me interessam e vão me interessar. Quero sugar de todas as possibilidades que me instigam um pouquinho de conhecimento, de aprendizado e conteúdo. Eu quero saber um pouquinho de tudo, e esse é o motivo da minha desordem. Tem tanta coisa nesse mundo que eu não conheço e poderia aproveitar, que vai me ensinar, me fazer mudar e crescer. Eu não vou parar de procurar nunca porque quanto mais eu descubro, mais coisas existem para serem descobertas.

A desordem me motiva a correr atrás de informações distintas sobre todos os assuntos que me rodeiam. Quero poder falar sobre qualquer assunto com as pessoas, entender de qualquer coisa, mesmo que apenas o básico para conseguir me aprofundar um dia, ou não. Quero ter a capacidade de dissertar e pensar sobre qualquer questionamento que aparecer a minha frente independente do que seja, um RPG, uma letra de música sertaneja, o bar importante para o punk rock em NY, conseguir opinar sobre qualquer acontecimento porque sei ao menos o porque daquilo estar acontecendo. Ter conteúdo, mesmo que apenas o básico de muitos assuntos, para um dia eu poder me aprofundar no que mais me interessa. Poder conversar com as pessoas para que elas me ensinem mais daquilo que sei pouco, e que eu possa ensinar outras coisas para elas, e que isso abra caminhos para que eu descubra ainda mais caminhos na vida, cada vez mais informações, conteúdo, possíveis experiências.

Quero me manter interessada no mundo como uma criança que está descobrindo o que há ao seu redor. Eu quero desvendar todos os caminhos que existem, quero conhecer tudo que puder, experimentar todas as oportunidades que o mundo propõe. O conhecimento e a experiência nunca acabam enquanto você se interessar. Posso nunca conhecer tudo, mas não vou parar de procurar.